Bia Maia leva virada e fica com o vice no WTA de Seul

SEUL — Não era um desafio fácil. Contra a atual campeã de Roland Garros, Jelena Ostapenko, a brasileira Bia Haddad Maia buscava o primeiro grande título de sua carreira, no WTA de Seul. Após levar a melhor no set inicial, Bia sofreu a virada (6/7, 6/1 e 6/4) e ficou com o vice. Apesar do revés na decisão, o segundo lugar foi suficiente para fazê-la saltar da 71ª para a 58ª posição no ranking. A letã foi do 10º para o 8º lugar.

Era um duelo entre duas jovens. A brasileira, de 21 anos, precisou do tie-break para fechar a primeira parcial em vantagem. Mas Ostapenko, de 20, voltou dominante para o segundo set e fez 6/1. Depois de 2h15 de jogo, nas quais conseguiu neutralizar o saque, principal arma de Bia, a letã fechou o último set com um 6/4 e o título na capital da Coreia do Sul.

– Foi um jogo muito duro, as duas jogaram em alto nível. A Ostapenko é muito agressiva e experiente. As poucas oportunidades que tive, eu tentei aproveitar. Em alguns momentos, ela jogou um pouco melhor, também vacilou em outros, faz parte do tênis. Hoje foi mérito dela, saquei um pouco abaixo, mas isso é o de menos. Eu aproveitei muito, a quadra estava lotada, não tinha um assento, a energia estava muito boa… Fomos muito bem recebidos em Seul – disse Bia, que fez sua primeira final de WTA.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/esportes/bia-maia-leva-virada-fica-com-vice-no-wta-de-seul-21864422#ixzz4tdghDKyi
stest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *